Cake's
Home Ask Twitter
"How many chances I wasted when I wanted most was to prove to everyone that I did not need to prove anything to anyone"
Superar-r ©
»
“Eu amo o tom da tua voz pronunciando o meu nome e amo, ainda mais, quando ele muda enquanto você me chama com aqueles apelidos que só a gente entende. Eu amo quando você insiste em mim. Em nós. Quando, depois de uma briga, você me faz repetir cada uma das nossas promessas, garantindo que eu não esqueça o quanto você quer, tanto quanto eu, que as coisas continuem dando certo entre a gente. E o quanto tudo ficou muito mais bonito desde que você chegou e resolveu sonhar de mãos dadas comigo. Eu amo o teu sotaque e o quanto você fica irritado quando eu fico te imitando ou rindo das tuas manias. Eu amo o teu jeito de cuidar de mim. E, amo sentir a tua preocupação em saber se estou me alimentando na hora certa, se cheguei bem em casa ou se tomei o remédio pra dor de cabeça. Eu amo sentir a tua proteção, a tua atenção em saber quando não estou bem. E, amo quando você me diz: “tira o bico” pra me roubar um sorriso que eu insisto em negar quando fico chateada. Eu amo quando você me liga pra dizer boa noite e acaba ficando durante horas. E amo, mais que tudo, saber que vai ficar durante uma, duas, três vidas. Ou mais.”
Plenitude. 
“Mas então eu escolhi você. Dentre tantos outros, você era o único que me deixava feliz sem fazer absolutamente nada. O único que me arrancava sorrisos bobos mas também as lágrimas mais pesadas. Mas as nossas briguinhas é apenas um detalhe. Porque quando estou com você o mundo parece não existir, e eu realmente sinto que eu só preciso de você para continuar.”
Cordeais.    (via velaste)
“Se não está ocupado nascendo, está ocupado morrendo.”
— Se Enlouquecer Não Se Apaixone